Educação promove confraternização da agricultura familiar

A Secretaria Municipal de Educação promoveu no dia 09 de dezembro na Escola Municipal Antônio Pereira de Andrade-EMAPA,  uma confraternização  entre conselheiros municipais da merenda escolar, diretores de escolas, merendeiras, nutricionista e agricultores do município que fornecem produtos para a merenda escolar de Condado.

O momento teve como objetivo apresentar as conquistas e o trabalho realizado em parceria para a melhoria da qualidade da merenda escolar em Condado. A Secretária de Educação Djanira Bezerra falou da importância de reunir as pessoas responsáveis pela merenda no tocante a qualidade dos produtos e  elaboração do cardápio. ” Estamos aqui reunidos por que sabemos da importância da alimentação escolar e para mostrar como trabalhamos para manter sua qualidade apesar dos poucos recursos que recebemos do Ministério da Educação. O FNDE  que é o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação vem investindo nos Estados e Municípios porém por muitas vezes precisamos complementar com recursos próprios para não deixar faltar qualidade nos produtos oferecidos.” Relatou a Secretária que aproveitou o momento para também realizar uma prestação de contas dos recursos recebidos.

Atualmente o valor repassado pela União para o Programa Nacional  de Alimentação Escolar-PNAE varia de R$ 0,30 a R$ 1,00 por aluno ao dia, o que varia de acordo com a modalidade de ensino. Nesse contexto, de acordo com a Lei 11.947/2009, no mínimo 30% dos valores repassados devem ser destinados a compra de gêneros alimentícios da agricultura familiar, do empreendedor familiar rural ou suas organizações. O que para a nutricionista responsável pela merenda escolar de Condado é uma conquista para estes agricultores bem como sinônimo de mais qualidade e menos desperdício para o município. ” Trabalhar com os agricultores locais nos permite ter uma qualidade melhor do produto que não sofre tanto com o transporte se fosse comprado fora. Sabemos que produtos perecíveis nestas viagens sofrem mais, e hoje nós temos produtos frescos na porta da escola praticamente, o que nos permite ainda ter uma relação mais próxima com os agricultores a ponto de pedir a troca imediata caso o produto não tenha a qualidade adequada.” Afirmou Carol Peixoto.

As merendeiras que participaram do evento também relataram a boa aceitação do cardápio com produtos da  agricultura familiar por parte dos alunos que hoje consomem regularmente batata doce, macaxeira, frutas, entre outros produtos. Para os agricultores o processo de regularização para participação no processo licitatório e conquista do fornecimento foi um grande aprendizado. O agricultor Antônio, representante da Associação de Patrimônio, falou da alegria de poder ajudar outros colegas através da associação e que hoje estão formalizados e aptos a continuar o trabalho da forma que a lei exige, inclusive participando de certames em nível estadual. ” Para mim foi uma honra participar este ano e trabalhar com vocês, a Educação para mim está de parabéns. Agradecemos a assessoria que tivemos da Secretaria de Desenvolvimento Sustentável que nos ajudou na organização. No próximo ano se Deus quiser vamos estar mais fortalecidos  e os agricultores também estão de parabéns, estão empolgados para que ano que vem a gente possa trabalhar cada vez melhor.” Agradeceu o representante dos agricultores.

No final do evento todos foram convidados a jantar e no cardápio alguns produtos fornecidos pela agricultura familiar e servidos na merenda escolar! Confira.

Related Articles

Close
Skip to content